Grávida, Mayra Cardi pede que fãs não toquem em sua barriga

Mayra Cardi usou o Instagram, nesta quarta-feira (20), para fazer um desabafo. Grávida, a beldade pediu gentilmente aos fãs para que não toquem em sua barriga, uma vez que se sente incomodada com a situação.

“Eu tenho pavor que peguem na minha barriga! Que cheguem pegando na minha barriga. Não faça isso, minha gente! Manda energia de longe! Eu sou uma pessoa que não gosta”, disse a famosa por vídeo na rede social.

E explicou: “Eu acredito muito nessa coisa de energia, a gente tem energia, o mundo é feito de energia, eu estudo física quântica. Às vezes a gente fica triste, estressada e pega a energia de alguém que nem é muito boa”.

A loira, vale lembrar, espera pela primeira filha fruto do casamento com Arthur Aguiar. A garotinha se chamará Sophia.

Doença de Isis Valverde pode afetar o filho que espera

Grávida de três meses, a atriz Isis Valverde é portadora de uma doença autoimune, que tem grandes chances de atingir o herdeiro. Ela é celíaca, ou intolerante ao glúten, para os leigos.

A recomendação é que a atriz faça uma dieta restrita para o bebê logo após ele ter o contato com o leite materno. “O cuidado do bebê de mãe celíaca é retardar ao máximo possível a exposição desse bebê ao alérgeno que é o glúten. O sistema imunológico fica mais amadurecido com o tempo, então, quanto mais tarde você expuser, menores as chances de desenvolver [a intolerância]”, explica a médica Renata de Camargo Menezes ao site Notícias da TV, como já informado.

Geralmente, filhos de mulheres com este problema podem desenvolver também e precisam ter uma alimentação bem regrada e com muitas restrições nos primeiros anos de vida.

Claro que o leite materno não entra nessa conta. A dieta começa quando a criança começa a ter contato com outros alimentos e todos os sinais de intolerância devem ser observados.

“A gestação pode piorar os sintomas e levar ao diagnóstico”, diz Renata, sobre sinais como distensão abdominal, flatulência, perda de peso, queda de cabelo, tontura e anemia de difícil tratamento. Para o bebê, as consequências da falta de controle durante a gravidez são anemia, desnutrição, baixo peso e

prematuridade.