“Fui traída por todos os homens que conheci”, afirma Deborah Secco

Em entrevista ao “Conversa com Bial” desta quinta-feira (21), Deborah Secco falou sobre machismo e garantiu que jamais teria sofrido o mesmo julgamento moral da sociedade caso fosse um homem.

“Eu fui traída todas as vezes por todos os homens com quem me relacionei. É um quadro que reflete muito a formação da nossa sociedade. Não teria sofrido a mesma coisa se fosse um homem confessando uma traição”, garantiu, relembrando quando confessou em 2017 que já havia traído seus namorados.

Questionada por Pedro Bial se o feminismo hoje “é uma obrigação”, Deborah garantiu que se sente orgulhosa de usar a palavra feminista. “Acabo achando que é obrigatório sim, temos que fazer esse movimento. É uma luta por nós. E também tem como o machismo oprime o homem. Para o homem é proibido beijar, abraçar, chorar, ser carinhoso com um amigo”.

Anúncios

Cinema| Mulheres alteradas com grande elenco

SINOPSE

Comédia sobre os dilemas tragicômicos enfrentados por quatro mulheres em diferentes fases da vida: Leandra (Maria Casadevall) está na crise dos 30. Solteira, não aguenta mais a intensa vida noturna; sua irmã, Sônia (Monica Iozzi), é o oposto. Casada e com dois filhos, sonha com uma noite de curtição; Já Marinati (Alessandra Negrini) é uma advogada workaholic que se apaixona justo quando sua carreira está deslanchando. E Keka (Deborah Secco), está ansiosa com a viagem que programou para salvar seu casamento.

ELENCO

Deborah Secco como Keka

Alessandra Negrini como Marinati

Monica Iozzi como Sônia

Maria Casadevall como Leandra

Sergio Guizé como Dudu

Daniel Boaventura como Cristian