Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank pedem boicote a Cocielo

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank também decidiram se manifestar sobre os posts de Júlio Cocielo envolvendo racismo e pediram boicote ao youtuber nesta segunda-feira (2).

“Você tem noção do que são 11 milhões e 200 mil pessoas? Eu ajudo. É a população inteira da Bélgica. É um milhão a mais do que a população de Portugal. São 143 Maracanãs lotados. São todas as pessoas que ainda estão apoiando diretamente um influencer assumidamente racista. Temos que cobrar posicionamento das marcas que o patrocinam, é claro. Mas são os outros famosos que ainda o seguem e, principalmente, as pessoas comuns, anônimas, que verdadeiramente me preocupam. Apoiar uma pessoa racista é ser conivente, sim”.

Foi esta mensagem que Bruno Gagliasso compartilhou em seu Instagram através de um repost de uma publicação do jornalista Isabela Reis. O número 11,2 milhões faz referência ao número de seguidores que Cocielo tem na mesma rede social.

Bruno fez questão de pedir mudanças tanto nas empresas que ajudam os influencers a crescerem, mas também do público que acompanha tudo o que eles postam.

“Num mundo digital em que seguidor significa dinheiro e carreira, a gente precisa entender a importância do boicote. (…) As marcas só chegam até essas pessoas porque elas têm audiência, visibilidade, constroem um público que interessa para as empresas atingir. A responsabilidade é de todos. Precisamos, é claro, cobrar as marcas, mas também precisamos chamar atenção dos outros famosos que seguem/dão like/fazem parceria com essas pessoas racistas, machistas, LGBTfóbicas e gordofóbicas. É obrigação de todos nós constranger e vigiar nosso círculo social. Educação antirracista não é somente pra criança, racismo não tem idade. A hora de aprender e ensinar é agora”, completou.

Giovanna, por sua vez, chamou atenção para o fato de que o post dele não foi apenas uma ~piadinha~. “Odeio ter que postar coisas tão repugnantes e tristes como essa, mas é necessário! Ainda fico chocada como podem existir pensamentos desse tipo… Isso não é uma brincadeira e nunca foi! Isso é racismo!”, escreveu a atriz na legenda de um post que mostra diversos comentários racistas, misóginos e preconceituosos de Cocielo.

ENTENDA O CASO

No sábado (30), durante o jogo da França contra a Argentina, Cocielo escreveu em seu Twitter que Mbappé, um jogador francês que é negro, “conseguiria fazer uns arrastão top na praia”. Após as críticas, ele apagou a publicação, assumiu seu erro e pediu desculpas, garantindo que não existe justificativa para o que fez. “Arrependido e aprendido! Lição pra vida! Nunca mais se repetirá!”, disse.

Anúncios

Youtuber Júlio Cocielo apaga cerca de 50 mil tuítes após críticas por comentário sobre Mbappé

Depois de críticas por um comentário considerado racista sobre o jogador da França Kylian Mbappé, o youtuber Júlio Cocielo apagou cerca de 50 mil tuítes de sua conta no Twitter.

Antes do comentário sobre o jogador francês feito no sábado (30), Júlio Cocielo tinha 81,6 mil publicações no Twitter. Neste domingo (1), apenas 32,4 mil estão contabilizados e apenas um único tuíte aparece em sua linha do tempo.

Durante o jogo entre a seleção francesa e a Argentina, pela Copa do Mundo, Cocielo fez o seguinte post depois de uma arrancada do atacante: “Mbappé conseguiria fazer uns arrastão top na praia hein”.

O comentário foi considerado racista por usuários da rede social e acabou sendo apagado pelo youtuber.

Cocielo se defendeu dizendo que tuíte foi ‘interpretado por mil formas diferentes’ e se desculpou por outras postagens antigas, que também foram recuperadas por usuários e reforçaram as críticas.

Em um deles, de 2013, o Cocielo disse: “gritei vai macaca pela janela e a vizinha negra bateu no portão de casa pra me dar bronca”.

Veja pronunciamento completo de Júlio Cocielo sobre o caso:

“Bom, vamo lá! Hoje eu fiz um tweet sobre o Mbappé e a piada se referia a velocidade dele devido a um lance do jogo, nada além disso! O tweet foi interpretado de mil formas diferentes e gerou uma grande discussão. Decidi deletar pois nunca fui de entrar em polêmicas, mas já era tarde demais, tinha tomado uma proporção enorme… pegaram alguns comentários antigos, de uns 8 anos atrás, que eu já havia feito aqui no Twitter, tenho até vergonha! Cara, como eu falava m… Na época esses comentários infelizes tinham uma interpretação totalmente diferente de hoje, um momento delicado. Muitas vezes fui irônico, muitas vezes estava zoando amigos, muitas vezes só queria ser o engraçadão, e são coisas que eu nem lembrava ter escrito… De qualquer forma, não existe justificativa, isso fez eu me sentir muito mal só de imaginar ter sido uma pessoa escrota. Arrependido e aprendido! Lição pra vida! Nunca mais se repetirá! Peço desculpas publicamente por ter ofendido inúmeras pessoas, e como eu sempre digo: meu sonho sempre foi alegrar e motivar todos a acreditarem nos próprios sonhos. Magoar alguém nunca foi minha intenção, quem conhece minha história e convive comigo, sabe como eu sou, e que eu jamais agiria desta forma! Vivendo e aprendendo! Não vou entrar em nenhuma discussão, assumo meu erro! Desculpa!”