TEATRO | Adriane Galisteu em Espetáculo Infantil

Teatro-Infantil-Galisteu-Bela-Adormecida-01
Por: Wellington Gomes

Com uma carreira consolidada no teatro adulto, que inclui montagens dirigidas por Jô Soares (Trólio e Créssida,Três Dias de Chuva e Às Favas com os Escrúpulos), Bibi Ferreira (Deus lhe Pague) e Paulo Autran (Dia das Mães), Adriane Galisteu faz em A Bela Adormecida sua estreia para o público infantil. Ela encara a fascinante personagem Malévola na adaptação do conto do escritor francês Charles Perrault (1628 – 1703), A Bela Adormecida no Bosque, que inspirou o desenho animado da Disney de 1959. A peça narra a história da princesa Aurora: em sua festa de batizado, ela torna-se vítima de uma terrível maldição proferida pela rainha do mal. A superprodução leva a marca do diretor italiano Billy Bond (Natal Mágico, Cinderella e Peter Pan).

 

“Nunca me imaginei fazendo teatro infantil, embora eu veja muitas peças por causa do Vittorio (filho da artista, que também está no musical). Fiquei feliz com o convite do Billy e da Andreia Oliveira (diretor e produtora) por muitos motivos: voltei a trabalhar com quem abriu as portas da TV para mim e me deu o caminho das pedras. Consegui fazer um espetáculo que é um desafio porque teatro infantil é muito mais complicado do que se imagina. Minha terceira emoção é que o convite se estendeu ao Vittorio. No começo fiquei preocupada com a diferença entre gostar e trabalhar com teatro, mas ele está ensaiando direitinho e diz que está melhor do que eu”, brinca.

 

Adriane Galisteu trará uma nova imagem para vilã. “Ela é bastante teatral, menos natural. Por isso, estou explorando diferentes nuances”, afirma. Galisteu está se preparando para interpretar uma vilã muito mais jovial, elegante, majestosa e até com certa luz própria. Já o outro Galisteu em cena, Vittorio, de seis anos, vive o Príncipe Felipe quando criança. Além da temporada no palco, Adriane também está à frente do programa Face a Face, da Band News e do #SemFiltro, no YouTube. A artista possui mais de 5 milhões de seguidores nas redes sociais e tem uma carreira consagrada: ganhou o Prêmio Mega Profissionais 2002, na categoria Qualidade e Excelência dos seus Serviços; Prêmio Qualidade Brasil 2002, na Categoria TV como Melhor apresentadora de Programa de Auditório e Troféu Imprensa, como Melhor Apresentadora da Televisão Brasileira em 2001.

 

Do primeiro destaque na TV para o teatro infantil, Adriane e Billy percorreram muita estrada, tendo o sucesso como marca de suas carreiras. Ele hoje é um dos mais importantes encenadores de musicais para a família em atividade no Brasil, lotando teatros por onde passa. Levam a assinatura de Billy Bond produções como Cinderella, O Mágico de Oz, Branca de Neve, After de Luge, Rent, Les Miserables, O Beijo da Mulher Aranha, Peter Pan e Natal Mágico, entre outras.

 

Billy também foi cantor e produtor de rock. No fim dos anos 60, lotava espaços em meio à ditadura do país com o grupo de hard rock Billy Bond Y La Pesada. Também produzia espetáculos pop. Alguns duramente reprimidos pela polícia, como o que fez em 1972 no Luna Park. Chegou a ter mais de 100 músicas censuradas na época da Ditadura.

 

No Brasil, conheceu a banda Secos & Molhados através do Willie Verdaguer, baixista deles, que era argentino. Quando Ney Matogrosso deixou o grupo, Billy o produziu em carreira solo (por volta de 1975). Na época também atuou como vocalista da banda Joelho de Porco. Produtor responsável pela vinda da banda Queen aos Brasil, nos anos 80. Hoje, a frente da Black &Red Produções descobriu nova fórmula para produzir e dirigir musicais de sucesso que arrebatam milhares de espectadores pelo Brasil.

 

A Bela Adormecida, de Billy Bond

 

Além da marcante Malévola, vivida por Adriane Galisteu, A Bela Adormecida também nos presenteia com personagens carismáticos e sequências incríveis, a começar pela abertura, que se destaca pela riqueza dos cenários e, principalmente, pelos belíssimos efeitos especiais. Efeitos, estes, que podem ser vistos durante toda a apresentação, como, por exemplo, na transformação de Malévola em Dragão, a luta entre o Príncipe Felipee o Dragão, a mudança de cores do vestido da Bela Adormecida, atores contracenando com desenhos animados, entre outros. Além disso, o público poderá experimentar interações, como cheiros e sensações de chuva e neve na plateia. O musical possui, no total, seis cenários reais e virtuais, todos minuciosamente elaborados e construídos.

 

As fadas Flora, Fauna e Primavera, protetoras de Aurora, são personagens que prometem encantar e cativar a audiência do teatro. Este trio de irmãs renderá cenas mágicas durante o musical, como, por exemplo, um desastre provocado e que se torna a surpresa do aniversário da princesa adormecida. As três personagens conduzem, praticamente, a história toda durante o musical.

 

Carlos Gardin ficou responsável pelos figurinos do espetáculo. Ele criou e produziu 180 peças para dar vida a este mundo de fantasia cheio de glamour. Os 40 personagens que aparecem em cena serão representados por 22 atrizes e atores, que se revezam em diferentes papéis.

 

A trilha sonora é outro elemento que merece destaque. A música-tema é de composição do russo PiotrIlich Tchaikovsky (O Lago dos Cisnes) e as trilhas tema dos personagens Bela, Felipe, Malévola e Fadas foram especialmente compostas para o musical pela dupla VILABOND. As composições conseguem proporcionar uma maior emoção e intensidade às cenas românticas, cômicas ou de maior ação.

 

A Bela Adormecida pode ser considerada uma verdadeira reunião de vários elementos típicos presentes nos contos de fadas: princesas amaldiçoadas, combates mortais, castelos, reis, fadas, dragões, entre outros. Além de ser um conto mundialmente conhecido. Apesar de sua história ser bem conhecida, ela consegue prender a nossa atenção e nos deixar verdadeiramente encantados, tamanha a magia presente na produção. Billy Bond também insere elementos típicos da cultura pop para envolver ainda mais os espectadores.

A BELA ADORMECIDA

Estreia 6 de maio. Sábado e domingo, às 16h. Teatro OPUS: Av. das Nações Unidas, nº 4777 – Alto de Pinheiros/ 4o piso – Shopping Villa-Lobos. Duração: 110 Minutos. Classificação: livre. Capacidade: 751 pessoas. Acesso para pessoas com deficiência. Até 14 de maio.

 

INGRESSOS:

 

Setor Valor Meia-entrada
Balcão Nobre R$ 50,00 R$ 25,00
Plateia Alta 2 R$ 50,00 R$ 25,00
Plateia Alta 1 R$ 80,00 R$ 40,00
Plateia Baixa R$ 100,00 R$ 50,00

 

*Promoção Família: 4 ingressos na 1ª Plateia Alta –pelo valor total de R$140,00 – Limitado a 40 ingressos por sessão.

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA

 

Local: Villa Atende – Piso G1 – Serviços – Shopping Villa-Lobos

Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros – São Paulo, SP.

De segunda a segunda, das 12h às 15h e das 16h às 20h.

 

A Bilheteria do Teatro, no terraço do Shopping Villa-Lobos, abre somente em dias de espetáculos, a partir das 14h.

 

OUTROS PONTOS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA

Ingresso Rápido

www.ingressorapido.com.br

Telefone: 4003-1212

Formas de pagamento: Amex, Aura, Diners, dinheiro, Hipercard, Mastercard, Visa e Visa Eléctron

 

Veja mais…

https://blogtvquintaldaalegria.com/2017/05/03/disney-quando-chega-descendentes-2/

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “TEATRO | Adriane Galisteu em Espetáculo Infantil

  1. Pingback: Grátis- Grupo Triii em São Paulo – Blog TV Quintal da Alegria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s