Morre Yasmin Gabrielle, ex-assistente mirim do Programa Raul Gil

Morreu hoje, aos 17 anos, a adolescente Yasmim Gabrielle Amaral, que ficou conhecida nacionalmente por suas apresentações musicais no Programa Raul Gil, no SBT. A morte foi confirmada pelo filho do apresentador, Raul Gil Junior.

“Infelizmente nesta manhã perdemos nossa Yasmin Gabrielle”, escreveu ele no Instagram. “Depressão é uma doença que está acabando com nossas crianças. Que Jesus à receba com amor e que ela encontre paz. Muito triste.”

A última aparição da adolescente na TV aconteceu em 2017, numa participação especial no Programa de Raul Gil, em que ela relembrou suas performances. Em 2012, Yasmin perdeu a mãe, vítima de câncer.

Anúncios

Saia Rodada assina com a Som Livre e lança clipe de “Bebe e Vem Me Procurar” com participação de Lucas Guimarães( noivo de Carlinhos Maia)

Diretamente do Nordeste, o Saia Rodadaaposta em mais novo sucesso do forró eletrônico. A banda, que assinou recentemente com a Som Livre, lança nesta quinta-feira (18) o clipe de “Bebe e Vem Me Procurar”. A música promete conquistar as pistas de dança e também os corações nos momentos de ‘sofrência’. O clipe foi gravado em Natal, no Rio Grande do Norte, estado onde nasceu a banda.O single também está disponível em todas as plataformas digitais –

Veja agora:

https://www.youtube.com/watch?v=7dKdvqmR8FA .

Justiça proibe venda do livro de Padre Marcelo Rossi

O  padre Marcelo Rossi foi proibido pela Justiça de vender, distribuir ou publicar trechos do livro “Ágape”. A obra é um de seus maiores sucessos, em todo o mundo. A medida foi definida na quinta-feira (11) e tem caráter imediato.

A ação teria sido movida pela escritora Isaura Garcia, segundo o jornalista Alessandro Lo-Bianco, do “A Tarde é Sua”. Garcia contestou o fato de não ter sido creditada na publicação devida ao uso de um texto seu no livro.

No processo, ela justificou ter escrito o trecho em 1983. Como indenização, foi solicitado o valor de R$ 50 milhões, devido a violação de direitos autorais. A definição quanto ao pagamento do montante, porém, ainda será julgado.

“Ágape” foi publicado em 2015 e o texto em questão ocupa uma página e meia do livro. Sobre a decisão da Justiça, tanto padre Marcelo Rossi, quanto a editora Globo, responsável pela publicação, não se posicionam.

Paula Sperling fica em silêncio ao entrar na delegacia para depor sobre intolerância religiosa

Paula Sperling, deu entrada, tarde desta segunda-feira, na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), para depor no inquérito que é investigada por injúria por preconceito baseada em intolerância religiosa dentro da casa do BBB.

Ao chegar à Delegacia, por volta das 15h55, Paula se manteve em silêncio diante os questionamentos da reportagem. E a irmã dela, Monica von Sperling, que a acompanhava, disse que não vai falar absolutamente nada e disse que não queria que nada fosse publicado e que talvez um dia ela e a irmã falem sobre este caso.

No último sábado, o delegado Gilbert Stivanello, titular da Decradi, disse que o comparecimento da ex-sister na especializada aconteceria na próxima quarta-feira, mas acabou sendo antecipado para esta segunda, em decorrência da agenda da ex-BBB.

“Ganhei R$ 1,5 milhão errando e sendo processada. Vou encarar”, diz Paula

Paula concedeu entrevista aos jornalistas na madrugada de hoje. Alertada pela família sobre a possibilidade de ser processada por declarações racistas, a mineira assumiu ter ficado um pouco assustada com a repercussão, mas diz que está preparada para as consequências.

“Eu falo demais e com certeza esse é um dos meus maiores defeitos. Falar demais foi muito ruim para mim no jogo, mas também teve seu lado positivo porque as pessoas viram o quanto eu fui verdadeira. Não medi minhas palavras e teve gente que mediu, teve gente que se segurou. Errando, falando demais e sendo até processada eu ganhei R$ 1,5 milhão e vou encarar tudo”.

Danilo Gentili condenado, vai ser preso?

A 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo condenou, hoje, o apresentador do SBT Danilo Gentili à pena de seis meses e 28 dias de detenção, em regime inicial semiaberto, pelo crime de injúria praticado contra a deputada federal Maria do Rosário Nunes (PT-RS). Gentili poderá recorrer da sentença em liberdade.

Em 2016, Danilo Gentili publicou vídeo veiculado no Twitter, YouTube e Facebook com agressões proferidas a Maria do Rosário. Em resposta, a deputada processou o apresentador.

Na decisão, publicada hoje, a juíza Maria Isabel do Prado ressaltou que a liberdade de expressão e de informação constitui um dos pilares essenciais do Estado de Direito, estabelecida na Constituição Federal, que igualmente garantiu a todos os cidadãos a proteção da honra e da imagem (artigo 5º, X).

A magistrada pontua que, da colisão de direitos fundamentais em que alguém ultrapassa a linha da ética, surge no Estado de Direito a tutela penal como legítimo instrumento de contenção contra o uso abusivo da liberdade de expressão.

Filho de Marília Gabriela comenta rumores de romance com Reynaldo Gianecchini

Theodoro Cochrane, filho da jornalista Marília Gabriela, comentou os antigos rumores de que ele teria tido um caso com o ex-marido da mãe, Reynaldo Gianecchini, na época em que eles eram casados. “Dizem até hoje que o casamento deles era para acobertar uma relação minha com ele. Namorei mulheres e homens. Transei com mulher, com homem. Já me relacionei com homem feio, com bonito, com gente burra, inteligente. Mas jamais tive algo com o Giane”, esclareceu ele em entrevista à revista Veja.

O ator também revelou que até hoje tem gente que pergunta sobre o assunto. “Já bati muita boca, agora eu viro a cara e saio andando. Essa história ofende a mim, ao Giane e à minha mãe”, disse. 

Reynaldo e Marília foram casados por oito anos. Eles se conheceram durante a Copa do Mundo da França, em 1998. O término teria sido decretado por ela. A relação dos dois sempre foi permeado por comentários sobre a sexualidade de Gianecchini.

Atualmente, Theodoro está no ar na novela “O Sétimo Guardião”.